letreiro

SEJA BEM VINDO(A) AO BLOG DO MOVIMENTO "QUEM-TE-DERA", O CANAL IRITUIENSE DE ARTE E CULTURA. DESFRUTE DO CONTEÚDO E NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR O SEU RECADO...

sábado, 28 de julho de 2012

Como revitalizar a cultura de Irituia (parte 02)


Uma coisa é clara aqui em Irituia! Estamos vivendo um período de grande desvalorização de nossas tradições culturais, principalmente entre os jovens. Penso que é necessário um projeto que envolva a nossa juventude com coisas boas, como é a musica, precisamos fazer frente a tanta porcaria que ecoa na sociedade. Diante disso, a ideia é criar uma "escola de Carimbó!" Os alunos desta escola iriam aprender musica através do carimbó: violão, banjo, baixo, flauta, tambores e etc... Tudo isso em torno do carimbó e de outras musicas do gênero. Nossos jovens não tem alternativa, logo, o errado não tem contraponto, eles precisam ver que há coisas diferentes pra fazer e que o carimbó é muito bom, ninguém precisa ter vergonha de gosta de carimbó! Aprender um instrumento musical é uma atividade ótima para o desenvolvimento humano também!
(HJR)

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Como revitalizar a cultura de Irituia. (Parte 01)

Em se tratando de infraestrutura para os grupos aqui da cidade, penso que é necessário criar um grande "espaço cultural", neste local, que teria os moldes de uma grande sede aberta, sem colunas pelo meio, serviria como espaço de ensaios para os grupos folclóricos existentes de todos os gêneros. Este espaço teria um sistema fixo de som que poderia ser aproveitado tanto para ensaios de grupos de dança, quanto para os grupos musicais, como um grupo de carimbó por exemplo. Este local poderia também ser aproveitado como uma espécie de pequeno museu irituiense, com a mostra de objetos que remetam a nossa história cultural, ou seja, também seria um espaço de visitação de possíveis turistas interessados em saber um pouco mais do nosso município. Como seria um espaço fechado, este local poderia ser utilizados pelos grupos culturais para a promoção de festas com o objetivo de arrecadar fundos para a manutenção do próprio grupo. Em resumo, seria um local com amplo espaço livre para ensaios e visitações, com uma estrutura de som de qualidade e fixa do lugar, palco para possíveis apresentações musicais, banheiros, e teria a função de museu também.
Com isto, teríamos um local, que serviria para a sobrevivência econômica dos grupos, um espaço apropriado, um lugar de visitação turística e de sobrevivência diária da cultura irituiense.
(Helton Jones Rocha)

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

E o festival da cultura irituiense 2012!?

Amigos e amigas, amantes da cultura popular, filhos e simpatizantes desta terra chamada Irituia, acreditamos que boa parte de nós já estamos sabendo que pela primeira vez, ou pelo menos depois de muito tempo, o festival da cultura irituiense já tem suas atrações musicais divulgadas. Este ano, em janeiro mais precisamente, já sabemos quais atrações farão o encerramento das noitadas de uma das nossas festas mais tradicionais, e isso é muito bom, esperamos que aconteça sempre. É bom para trabalhar a parte do turismo através de planejamento.
Em termos de diversidade cultural, este ano também promete ser o festival mais eclético de todos, em termos de atrações musicais, já que teremos até a volta da noite "Gospel" (assunto que dependendo da proposta de condução da "noitada cultural" precisa ser discutido) e também bandas de forró, aparelhagens que tocarão apenas músicas do passado, em um dos dias, e outra que fará a festa com todos os ritmos no domingo. Legal, tudo isso é nossa cultura, a grande parte dos presentes sairão satisfeitos, mas a pergunta é: Por que a ausência de uma atração musical de caráter mais contemplativo, no qual as pessoas possam apreciar a apresentação, e não só ir pra "pular" e "dançar" freneticamente? O nosso Pará é riquíssímo em atrações deste tipo, acreditamos que a única coisa que faltou, no tocante a este assunto que diz respeito a atrações musicais, nesta salada cultural foi uma atração com o perfil de um destes artistas do vídeo a seguir.

PERGUNTAMOS: SERÁ QUE UM DESSES ARTISTAS AQUI NÃO TEM O PERFIL DO NOSSO FESTIVAL? VEJAM E RESPONDAM!

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

O coisa bonita é nossa cultura...



A cultura popular tem sua força! A prova disso são os arrastões do Arraial do Pavulagem...

A cultura de Irituia ainda vive

A cultura de Irituia ainda vive. O Santo no Andor é São Benedito, padroeiro do Carimbó...


Nós, O Canoa Virada, tocamos em sua festa, depois de muito tempo o seu barracão recebeu 


carimbó novamente.








Os filhos do(a) Quem-te-dera!

Depois de muito tempo, voltamos a ativa. Foi preciso superar muitas tempestades pra poder voltar a navegar, tivemos muitas perdas e com isso muitos aprendizados. Nos decepcionamos muito pelo caminho, as dificuldades para se manter na luta pela cultura popular não são fáceis, temos agora uma esperança de manter vivo o sonho de se viver a nossa cultura, foi um bom fruto deixado pelo Mov. Quem-te-dera, estou me referindo ao Grupo de Carimbó e ritmos culturais paraenses CANOA VIRADA. O grupo tem a intenção de levar um pouco da nossa música paraense e irituiense até as pessoas que não tem acesso e também tocar durante o transcorrer do ano inteiro nossos ritmos culturais.




Somos filhos do (a) Quem-te-dera, produtos de um sonho. Surgimos do contato com o simples, porém, belissimo mundo da cultura popular irituiense. Em nossas andanças pelo interior de irituia descobrimos um tesouro, o saber popular, o verso despretencioso, o dai-a-dia do homem do campo, do pescador, enfim, as suas vidas tranformadas em arte. Reunimos tudo isso com a vontade de manter viva a nossa história irituiense através da cultura do carimbó e criamos o nosso grupo, chamado CANOA VIRADA... nome de embasamento metafórico que remete aquele fio de ar que há em baixo de uma canoa virada no rio, esse "fio de ar", que nos dar folego, é o carimbó... Somos filhos de Irituia, terra amada, estamos aprendendo no caminho e se divertindo com isso, a nossa cultura é linda e faremos nossa parte para mante-la viva.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Festival da Cultura Irituiense

FESTIVAL DA CULTURA IRITUIENSE


Se você é irituiense
E conhece seu lugar
Sabe o que queremos dizer
É só sua memória trabalhar

O mês de julho era uma festa
Diversão sem igual
Todo mundo ia pra praça
Pra participar do Festival

Era criança, era idoso
Jovens de montão
Participando da gincana
Pra ver quem era campeão

Era tamanho o evento
Que durava uma semana
Mas todos se empenhavam
Pois a alegria era tamanha

O sorriso estampado no rosto
Denotava o prazer
De participar daquela festa
Que todos ajudavam a fazer

Havia comidas e bebidas
Jogos, calouros, danças e muito mais
Principalmente nossos artistas
Que eram as atrações principais

Mas o tempo foi passando
Levando consigo a consciência
Da importância dessa festa
Para nossa própria sobrevivência

A criança cresceu
E se tornou de maior
A qualidade por todos esperada
Cedeu lugar a algo pior

Inventaram uma conversa
Que só tem valor o que vem de fora
Que não se pode perder tempo com o amanhã
Pois o futuro é agora

E com isso se foi o sorriso
A autoestima de nosso povo
Que foi deixado de lado
Pra dar lugar ao “novo”

Tecnologia, modernidade
produtos da “nova era”
Agora ditam o ritmo
Neste mundo de quimera

O real, que resiste
Não se sabe até quando
Segue esquecido
Triste... sonhando:

“Ah, quem-me-dera
O velho tempo voltar
Ter o respeito que mereço
Pra meu lugar representar”

Choram os bois, os pássaros
As matintas, os curimbós
Choram nossos mestres
Herdeiros de seus avós

A cultura irituiense
Presente a quem quiser ver
Clama por reconhecimento
Aos homens do poder

Cultura é identidade
Retrato fiel de um povo
Quanto mais resiste ao tempo
Mais se faz rica de novo

Só resta a todos nós
Amantes deste lugar
Lutar por tudo que é nosso agora
Pois o futuro ainda virá

Exigindo dos responsáveis
respeito e responsabilidade
Pois cultura não se mede em cifras
Muito menos em quantidade

Vale sim nossa história
A vida nela contida
Pedaço de cada um
Numa lembrança adormecida

VIVA IRITUIA
VIVA NOSSO FESTIVAL
VIVA NOSSA CULTURA
DE RIQUEZA SEM IGUAL.

sábado, 25 de junho de 2011

No festival da cultura o carimbó irituiense é com o "Arauaitê"!!!!

Tendo a frente do grupo o "Seu Chico" (vocalista e compositor) o Arauaitê vem com uma "bagagem" de mais de 30 anos de carimbó em Irituia! Com músicas que retratam a nossa história e também com os grandes sucessos já consagrados no mundo do carimbó, o grupo vai defender o carimbó irituiense no palco do festival da cultura 2011!

A esperança de sobrevivência do carimbó irituiense!







O grupo de carimbó "Curumim" será uma das atrações do festival da cultura deste ano de 2011. Este trabalho desenvolvido no "PETI" (programa vinculado a secretaria de promoção social) de Irituia, é o único no município que visa o resgate das nossas tradições culturais, estas crianças são a esperança de sobrevivência da nossa cultura, umas vez que, hoje, em Irituia só existe dois grupos de carimbó em atividade, sendo que um deles (Os Lagoanos), não está tendo espaço nas programações da prefeitura! não estranhem caso Os Lagoanos "guardem" seus curimbós para sempre... Outra critica a ser feita é que a Secretaria que deveria puxar projetos, como este desenvolvido no "PETI", que é a secretaria de cultura, não tem "NENHUM" projeto como este em andamento. Esperamos que as coisas mudem, algumas vitórias já foram alcançadas em termos de festival da cultura, muitas outras coisas tem que acontecer para a nossa cultura não morrer. 
A luta continua... 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...